Saiba mais sobre a coluna
Estenose Espinhal

A coluna é uma estrutura que apresenta uma enorme mobilidade estando portanto muito exposta à degeneração (desgaste de suas articulações) e à traumatismos.
As estruturas da coluna mais predispostas ao aparecimento de degeneração são os discos e as cartilagens das articulações posteriores. Mesmo o processo normal de envelhecimento os discos podem reduzir-se até a sua total perda de altura, as articulações tornam-se hipertrofiadas pelo processo de artrose, e os ligamentos engrossam e perdem sua elasticidade e seu poder de estabilizar a coluna. Passa a existir um aumento (hipertrofia) das estruturas articulares e, ocasionalmente, algum desalinhamento entre as vértebras.



A) Bicos de papagaio no Corpo Vertebral
B) Estenose do Canal
C) “Bico de papagaio”(Osteófito) invadindo o Canal Medular. O contorno do Canal está deformado.

Todas essas alterações levam a uma redução gradual (geralmente muito lenta) do espaço disponível para os elementos nervosos, o que se chama estenose espinhal. Embora seja parte do processo de envelhecimento normal, muitas vezes essa estenose provoca sintomas de compressão dos nervos, como dores nas pernas, diminuição da sensibilidade, e dificuldade para caminhar. A maioria dos casos podem ser tratados clinicamente, mas algumas vezes é necessária uma cirurgia de descompressão associada ou não a artrodese da coluna (fixação com implantes metálicos com enxertia óssea).

 

Home | Dr. Fernando | Coluna | Tratamentos | Dicas | Links | Fotos de convenções | Textos | Contato
© 2017 Dr.Fernando Gritsch Sanchis