Dicas importantes
Dor nas Costas: Como Diagnosticar?

A dor nas costas é a causa mais comum de consulta ao médico Ortopedista, atingindo cerca de 80% das pessoas em algum momento de suas vidas. Entretanto, a dor na verdade é um sintoma de que algo não está bem, é um aviso do nosso corpo alertando algum problema.

Dessa forma, o diagnóstico correto e preciso é fundamental para que sejam alcançados os melhores resultados no decorrer do tratamento.

O diagnóstico é feito inicialmente pelo médico através da conversa realizada entre o médico e o seu paciente durante a consulta. O paciente relata toda a história da sua DOR e responde a perguntas feitas pelo médico. Por exemplo: Qual o local exato da dor? A dor se irradia para as pernas ou braços? Qual a hora do dia que a dor piora? O que você faz para melhorá-la? Que tipos de remédios já tomou? Quais os tratamentos que já foram feitos? Sofreu algum traumatismo e assim por diante.



Este interrogatório é imprescindível pois permite ao médico chegar à hipótese que realmente se trata de uma DOR NAS COSTAS comum (de origem desconhecida) ou se, se trata de DOR NAS COSTAS produzida por alterações mais importantes como alterações dos rins, bexiga, pâncreas, malformações ósseas da coluna, alterações ginecológicas como no caso das mulheres, tumores benignos e malignos e as metástases de carcinomas e tumores (câncer).

Depois dessa conversa segue-se o exame clínico onde o medico examina o local da DOR, pesquisa a força MUSCULAR, o estado dos NERVOS, e a flexibilidade da coluna, quais os movimentos que desencadeiam DOR, a sensibilidade da pele das pernas, enfim uma série de sinais que poderão ajudar na prescrição do tratamento. Após estes procedimentos é necessário o diagnóstico final para o qual em geral o medico solicita alguns exames.

 

Home | Dr. Fernando | Coluna | Tratamentos | Dicas | Links | Fotos de convenções | Textos | Contato
© 2017 Dr.Fernando Gritsch Sanchis